Identidade nacional na literatura brasileira

Maria José Somerlate Barbosa

Resumo


RESUMO: Este ensaio mapeia dezoito textos da literatura brasileira (poesia, prosa e teatro) examinando certas facetas e aspectos de envelhecer como um construto social. Analisa o conceito de envelhecimento e idade avançada como uma "margem" ignorada na construção de identidades nacionais, levando em consideração que imagens relacionadas com classe social, idade, raça e sexo não formam por si mesmas uma identidade nacional. Mas, essas imagens espelham a interação contínua, entre significante e significado cultural, tornando-se representações icônicas, indéxicas e/ou simbólicas do conceito de nação. Este estudo discute em maiores detalhes: a) textos e contextos que reforçam as ideologias da gratidão e do respeito, do amor-próprio, da (in)utilidade e (im)produtividade, do conhecimento e da experiência; b) textos que se tornam contra-discursos, desestabilizando as bases que sustentam tais valores ideológicos; c) o significado que "velhice"/"envelhecer" adquire sob o impacto de fatores socioculturais; d) algumas discriminações e julgamentos passados sobre "velhice", comparando e contrastando tais posicionamentos com os preconceitos sobre raça, classe e sexo.

ABSTRACT: This study surveys eighteen texts (poetry, prose, and theater) from Brazilian literature, analyzing certain facets and features of aging as a social construct. It addresses the concept of aging and old age as an ignored margin in the construction of national identities, while considering that images related to age, class, gender, and race do not constitute in themselves a national identity. However, these images reflect the interaction between the cultural signifier and signified, becoming iconic, indexial and/or symbolic represenlations of the concept of a nation. This study discusses in more details: a) texts and contexts that reinforce the ideologies of gratitude and respect, self-esteem, (in)utility, (non)productivity, knowledge, and experience. This paper also: a) looks at other texts which become counter-discourses, destabilizing the bases that support such ideological values; b) the impacts and the meanings that age/aging acquires as it is influenced by cultural and social factors; c) the discriminations, judgements, prejudices, and other social inequities that aging undergoes, comparing and contrasting them to those displayed toward race, class, and gender.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.17851/0101-3548.14.28-30.73-94

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos de Linguística e Teoria da Literatura
ISSN 0101-3548 (impressa)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.