Língua materna, parte maldita da lingüística

Jean-Didier Urbain

Resumo


Trata-se aqui de destruir a evidência de uma expressão e de seu uso. Trata-se, sobretudo, de, colocando-se em discussão seu emprego usual, examinar agora o domínio de uma imagem que subsiste no coração da lingüística.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.17851/2447-0554.4.4.23-49

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Estudos de Língua Portuguesa
ISSN 2447-0554 (impressa)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.