Catulo, Tibulo e Marcial: três momentos da poesia lírica latina

Johnny José Mafra

Resumo


Caio Valério Catulo é o principal poeta de um grupo de poetas da época de Cícero, conhecidos como poetae noui, os quais, fazendo verdadeira revolução na poesia, imitavam os alexandrinos, isto é, os poetas gregos que viveram nos séculos m e II a.C, nos reinos helenizados do Oriente, sobretudo em Alexandria. O mais célebre desses poetas foi Calímaco de Cirene, mas citam-se também Filetas, Licófron, Teócrito, Bion e Mosco. Aos latinos Cícero costumava chamar com desdém cantores Euphorionis, atribuindo-lhes as más qualidades do poeta alexandrino Euforião

Palavras-chave


literatura latina; poesia; lírica. Catulo, Tibulo; Marcial

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.17851/0104-2785.5.0.75-92

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ensaios de Literatura e Filologia
ISSN 0104-2785 (impressa)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.