[DOSSIÊ TEMÁTICO]: PRAZO PRORROGADO - Dossiê: “Propósitos e Propostas para a História da Ciência”

O prazo para envio de artigos para o dossiê temático “Propósitos e Propostas para a História da Ciência” foi prorrogado para o dia 01 de maio de 2018.

Prazo para envio: 01 de maio de 2018
Link para submissão dos artigos: https://seer.ufmg.br/index.php/temporalidades/index

_ Ora, com números podemos provar tudo o que quisermos!
_ E com fatos não?

VERNE, JULIO. Capítulo VI.
In: Viagem ao centro da Terra.

Ao longo do tempo, cultural, social e politicamente estabelecemos a legitimidade dos números e fatos como algo concreto e imutável. Esse estabelecimento não se deu de forma natural e casual. Foi fruto de uma construção imbricada de visões de mundo que instituiu a Ciência como capaz de provar tudo com números e fatos (científicos).

Com isso em mente questionamos: Qual a especificidade da História da Ciência? O que sua metodologia própria, seus questionamentos teóricos e olhar às fontes traz ao saber histórico? O que a História da Ciência é capaz de fazer pelo e com o conhecimento? Sem dúvida, a(s) resposta(s) a essas questões passam pela/o historiadora/or e ao uso que ela/e dá à História da Ciência.

Por isso, para a próxima edição, convidamos as/os senhoras/es a mostrar através de seus trabalhos os usos políticos, culturais e sociais da História da Ciência. Político pelas invenções, teorias, verdades e controvérsias científicas que mobilizam estratégias de saúde pública, legislativas, educativas e econômicas orientando comportamentos e ações. Culturais e sociais pela apropriação retroalimentadora dos discursos científicos pela Cultura e Sociedade, utilizando-se um ao outro para legitimação, contestação, construção e desconstrução das formas de ser e estar no mundo.

Valendo-se desse debate, a Revista Temporalidades divulga a chamada de trabalhos para compor o dossiê “Propósitos e Propostas para a História da Ciência”, referente à sua 26ª edição (vol. 10, n. 1, fev/abr. 2018), a ser publicada em Maio de 2018.

Serão recebidos artigos que discutam teórica, epistemológica e metodologicamente o tema e aqueles que, se debruçando nas fontes históricas, exemplifiquem a partir da empiria o que é possível empreender com a abordagem da História da Ciência. Sugerimos a expansão dos limites entre as áreas do conhecimento (para além de debates de pertencimento) e incluímos na chamada historiadoras/es que atuem na interface da História da Ciência com a História Ambiental, Saúde, Doença, Ciências e Práticas Médicas, Coleções e Cartografias. Todo conhecimento tem sua história que inflige na forma como esse se dá, inclusive o saber histórico. Por isso, igualmente serão aceitos trabalhos que reflitam o que a História da Ciência, enquanto também história do conhecimento, tem a contribuir para a Teoria da História e Historiografia.

Imagem ao centro da composição é obra de Igor Morski
Fonte: portfólio do artista - http://www.igor.morski.pl/work/