FORMAÇÃO PROFISSIONAL NEGOCIADA: FRANÇA E BRASIL, ANOS 90

Fernando Fidalgo

Resumo


As atuais mudanças macrossociais (mundialização do capital,
inovações científico-tecnológicas e restruturação da produção) têm
produzido alterações no modo de regulação das políticas de formação profissional levando ao aprofundmnento das distorções distributivas, ao transferir, para o interior dos sistenlas fonnativos e pela mediação do paritarismo, a atua lógica da concorrência intercapitalista. Este processo em curso em duas realidades nacionais distintas - França e Brasil - constituiu o objeto deste estudo.

Palavras-chave


Formação profissional; Políticas de formação; Negociação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BBE – Bibliografia Brasileira de Educação / CIBEC/INEP / MEC

DIADORIM/IBICT – Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras

SEER/IBICT – Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas

SUMÁRIOS.ORG – Sumários de Revistas Brasileiras

EZB – Elektronische Zeitschriftenbibliothek / Alemanha

IRESIE – Índice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (Instituto de Investigaciones sobre la Universidad y la Educación / Universidad Nacional Autónoma de México)

LATINDEX (UNAM) – Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, El Caribe, España y Portugal

OEI – Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura